Após dias de angústia, pernambucanos que estavam retidos em Portugal por causa do coronavírus voltam


Após dias de angústia por causa das restrições de tráfego aéreo motivadas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), 298 brasileiros que estavam retidos em Portugal, sendo a maior parte de Pernambuco, conseguiram voltar para casa nesta terça-feira (24).

O avião foi fretado pela agência de turismo CVC com o objetivo de trazer, principalmente, turistas que estavam no cruzeiro Soberano, operado pela companhia. Por conta da pandemia, a embarcação precisou atracar na cidade espanhola de Cádiz e centenas de passageiros, como a funcionária pública recifense Neide Magali da Silva, 65 anos, foram levados em ônibus a Lisboa. Eles deveriam retornar ao Brasil de avião no dia 19 de março, mas não conseguiram.

"É uma sensação maravilhosa pisar aqui, vocês não sabem o sofrimento pelo qual passamos. É uma bênção voltar depois de tanta luta, idas e vindas, sem ninguém nos oferecer suporte. Os hotéis nos expulsaram. Nos tínhamos reserva até o dia 19 de março, mas quando soubemos que o voo tinha sido cancelado e fomos renovar, disseram que não. Tivemos que ir atrás de um apartamento para alugar", relatou a recifense, acrescentando que o grupo não recebeu nenhum tipo de auxílio do governo federal.

"Chegávamos às 8h no aeroporto e saíamos às 23h. Não houve ajuda. Eu cheguei a gravar vídeos com minhas amigas, pedindo ajuda para as autoridades pernambucanas", disse.

De acordo com Neide, assim que desceram do avião no Recife, os passageiros foram abordados para preencherem um formulário com seus dados pessoais. A orientação dada foi para que, caso sintam algum sintoma da covid-19, informem às autoridades de saúde. Antes da aeronave aterrissar, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tinha avisado que não montaria nenhum procedimento especial para receber o grupo.

No portão do desembarque, uma agente da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do Recife distribuía máscaras e folhetos com orientações, enquanto uma equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) segurava uma faixa lembrando aos passageiros da necessidade de isolamento social.

Por: JC Online - Amanda Azevedo

Thalis Araújo

#convid19 #arcoverdepernambuco

#noticias #noticiasbrasil #noticiaspernambuco #sitedenoticias #tvlw #tvlwonline