Serra Talhada vai endurecer isolamento, e prefeito admite: "Perdemos o controle"


O município deSerra Talhada, no Sertão do Pajéu, em Pernambuco, decretou, nessa quarta-feira (13), o endurecimento de medidas de isolamento social para frear o avanço donovo coronavírus, em decorrência do número de casos confirmados (36) e de duas mortes na cidade, conforme boletim da prefeitura divulgado nessa quarta-feira, 13. Novas medidas entram em vigor nesta segunda-feira (18).


“Em parceria com a STtrans (Superintendência de Transportes e Trânsito) estamos fazendo um estudo sobre as ruas que serão fechadas a partir da próxima sexta-feira (15). Gente, isso não é brincadeira. As pessoas precisam mais do que nunca ficar dentro das suas casas”, disse a secretária de Saúde, Márcia Conrado, em tom de apelo.

O prefeito Luciano Duque (PT) usou suas redes socais, nessa quarta-feira (13), para fazer um apelo em tom de desespero no sentido de a população não sair mais de casa, a não ser em casos extremos. Ao lado da secretária Márcia Conrado e do vice-prefeito Márcio Oliveira, Duque comentou sobre os oito casos positivados para Covid-19, na mesma comunidade (Barra do Exu), possivelmente transmitidos por uma única pessoa.

“Nós perdemos o controle. Tudo aquilo que vínhamos falando sobre o isolamento social não foi obedecido. Vamos começar a entrar numa espiral de crescimento. Somente hoje (ontem), tivemos oito casos, numa área rural, pela contaminação de apenas uma pessoa. Podem ter muito mais (…) Pelo amor de Deus, fiquem em casa. Não podemos correr mais riscos. Todos devem cumprir com o isolamento”, desabafou.

Segundo Duque, as oito pessoas foram contaminadas pela idosa de 64 anos que veio a óbito na madrugada do domingo (10), tornado-se a primeira morte por coronavírus em Serra Talhada. A paciente estava intubada desde o dia 3 de maio no Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães e aguardava uma senha para poder ser transferida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), em Araripina, mas não resistiu.



Por: JC Online