Sem internet, pai percorre 28 km de bicicleta toda semana para buscar tarefas dos filhos


O caminho para alcançar um objetivo é diferente de uma pessoa para outra. Em cima de uma bicicleta, o roçador Edemilson Wielgosz, de 47 anos, sabe que o trajeto é desgastante, mas não impossível.


Ele garante que os três filhos adolescentes não parem de estudar, mesmo sem computador, internet e morando distante do colégio. A família vive em um sítio às margens da BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná.

Edemilson pedala até Garuva (SC), município vizinho, todas as terças-feiras para buscar materiais e tarefas para que eles estudem em casa, durante a pandemia do novo coronavírus. O trajeto de ida e volta soma 28 km.