Sem explicar, Vaticano cancela agenda do Papa


CIDADE DO VATICANO — O papa Francisco cancelou todas as audiências desta sexta-feira e segue "ligeiramente indisposto". O anúncio foi feito pelo próprio Vaticano em um comunicado, sem especificar a razão.


O diretor de Comunicação do Vaticano, Matteo Bruni, informou que Francisco celebrou a habitual missa da manhã na capela de sua residência privada de Santa Marta, na sede da Igreja, e saudou os presentes. O Pontífice também fez um discurso via streaming para participantes de uma conferência sobre ética na inteligência artificial.


O Papa também recebeu algumas pessoas em sua residência, como previsto. Entre elas, estava o presidente do Parlamento Europeu, o italiano David Sassoli, além de executivos da Microsoft Corp, International Business Machines Corps e outras empresas do ramo tecnológico.

O porta-voz do Vaticano não se referiu ao estado de saúde do papa, de 83 anos. Na última quinta-feira, ele cancelou uma missa na Arquibasílica romana de São João de Latrão. O motivo oficial foi uma "leve indisposição".