ROMINA ASHRAFI: O ASSASSINATO DE MENINA DE 14 ANOS PELO PRÓPRIO PAI EM 'CRIME DE HONRA'


Romina Ashrafi, uma adolescente de 14 anos, fugiu de sua casa na província iraniana de Guilán com seu namorado de 35 anos depois que o pai dela se opôs ao casamento deles.

No entanto, o casal foi encontrado pela polícia e Romina foi levada de volta à sua casa, apesar de ter dito que temia por sua vida.


E os temores dela tinham fundamento. Ela foi morta na semana passada por seu próprio pai.

O homem decapitou sua filha com uma foice e, depois de se render à polícia, disse que era um "crime de honra", uma prática que persiste em vários setores da sociedade iraniana e é praticada por familiares que alegam que as vítimas danificaram o prestígio ou a honra da casa.

O caso teve grande repercussão nos meios de comunicação do país.