Raymundo da Fonte, dono das marcas Brilux e o Minhoto,morre vítima da Covid-19


Faleceu, nesta quinta (7), aos 99 anos, o empresário pernambucano Raymundo Luiz Cavalcanti da Fonte, fundador das Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte. O criador do grupo que leva seu nome e é responsável pela fabricação de alguns dos produtos de limpeza doméstica, higiene pessoal e condimentos mais conhecidos dos pernambucanos -  como Brilux, Minhoto, Evem e Sonho -  engrossa a estatística de mortes em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19. O sepultamento aconteceu no início da noite, no Cemitério de Santo Amaro, onde ele tinha jazigo, sendo restrito à família e seguindo os protocolos orientados pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária.

O grupo foi fundado em 1946 com a inauguração de uma fábrica que produzia espirais contra mosquitos, o Espiral Sentinela, inseticida feito com pó de serra e uma mistura de repelentes químicos. Aos 75 anos de história, possui cinco fábricas espalhadas nos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Pará e Rio de Janeiro, que produzem mais de 350 produtos de limpeza, higiene pessoal, condimentos e inseticidas. O Nordeste concentra mais de 90% dos pontos de venda da companhia que emprega 2.700 funcionários São, também, produtos do grupo as marcas Alerta, Floral, Sentinela e Pariggi. A empresa possui capacidade instalada para produzir, anualmente, 250 mil toneladas de água sanitária, 200 milhões de sabonetes, 70 mil toneladas de vinagre e 20 mil toneladas de detergente, dentre outros produtos. A matriz funciona na cidade de Paulista, na Região Metropolitana do Recife.


Faleceu, nesta quinta (7), aos 99 anos, o empresário pernambucano Raymundo Luiz Cavalcanti da Fonte, fundador das Indústrias Reunidas Raymundo da Fonte. O criador do grupo que leva seu nome e é responsável pela fabricação de alguns dos produtos de limpeza doméstica, higiene pessoal e condimentos mais conhecidos dos pernambucanos -  como Brilux, Minhoto, Evem e Sonho -  engrossa a estatística de mortes em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19. O sepultamento aconteceu no início da noite, no Cemitério de Santo Amaro, onde ele tinha jazigo, sendo restrito à família e seguindo os protocolos orientados pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária.

O grupo foi fundado em 1946 com a inauguração de uma fábrica que produzia espirais contra mosquitos, o Espiral Sentinela, inseticida feito com pó de serra e uma mistura de repelentes químicos. Aos 75 anos de história, possui cinco fábricas espalhadas nos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Pará e Rio de Janeiro, que produzem mais de 350 produtos de limpeza, higiene pessoal, condimentos e inseticidas. O Nordeste concentra mais de 90% dos pontos de venda da companhia que emprega 2.700 funcionários São, também, produtos do grupo as marcas Alerta, Floral, Sentinela e Pariggi. A empresa possui capacidade instalada para produzir, anualmente, 250 mil toneladas de água sanitária, 200 milhões de sabonetes, 70 mil toneladas de vinagre e 20 mil toneladas de detergente, dentre outros produtos. A matriz funciona na cidade de Paulista, na Região Metropolitana do Recife.