Quinta morte por coronavírus no Brasil é de doméstica supostamente infectada por patroa


Coronavírus vem se espalhando pelo mundo - FOTO: AFP



Uma mulher de 63 anos é a primeira morte pelo novo coronavírus no Rio de Janeiro, segundo confirmação, da manhã desta quinta-feira (19), da Secretaria de Estado de Saúde do Estado e a prefeitura de Miguel Pereira. Esta é a quinta morte por covid-19 confirmada no Brasil.


Além desse, um segundo caso de um homem de 69 que morreu na terça-feira (17) em Niterói também está sob investigação.

Ela era empregada doméstica e trabalhava no Rio de Janeiro. A mulher teve contato com sua patroa, que havia viajado à Itália, país com alta incidência de casos da covid-19, foi submetida a teste e teve confirmada a doença.

"Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo”, lamenta o governador Wilson Witzel.

A mulher, que era diabética e hipertensa, apresentou sintomas no domingo (15), segundo a Secretaria. Deu entrada em um hospital do município na segunda (16), apresentou piora no quadro e morreu na terça (17), quando o material chegou para a análise do laboratório do estado. Ela teve contato com paciente confirmado que viajou ao exterior.

“Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível”, diz o secretário de Saúde, Edmar Santos.

Caso em Niterói

O prefeito Rodrigo Neves, de Niterói, cidade do Rio de Janeiro, confirmou, nesta quinta-feira (19), que a morte de um idoso de 69 anos na cidade foi causada pelo novo coronavírus. Ainda será feita a contraprova para confirmação. Caso diagnosticado, será a primeira fatalidade pela covid-19 no estado fluminense. O caso não está entre o balanço do Ministério da Saúde, que divulgou quatro mortes no Brasil até essa quarta-feira (18).

Segundo informações do O Globo, o paciente morreu na noite de terça-feira (17) no Hospital Icaraí, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A viúva da vítima está internada na mesma unidade de saúde e apresenta quadro de saúde estável, de acordo com o jornal.

"Ao que tudo indica, o exame aponta para o coronavírus. Infelizmente, tudo indica isso. O primeiro exame confirmou, mas falta o segundo ainda. Ele contraiu do enteado, que veio de uma viagem do exterior", disse o prefeito Rodrigo Neves em entrevista a um jornal local.

O secretário de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, afirmou que o resultado da contraprova vai demorar alguns dias, sem especificar quantos. Até o momento, Niterói tem cinco casos confirmados de coronavírus.

Casos confirmados no Brasil e Pernambuco

Subiu para 428 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil, de acordo com as informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde, na última quarta-feira (18). Até essa quarta-feira (17), quatro mortes estão confirmadas, todas no estado de São Paulo. Estão em investigação 11.278 casos suspeitos e outros 1.841 já foram descartados. Em pernambuco, o número de infectados pelo novo coronavírus (covid-19) em aumentou de 19 para 22, na quarta-feira. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), os três novos casos, do Recife, são de transmissão local e/ou comunitária. Atualmente, são monitorados 485 casos suspeitos da doença.


Por: JC Online