Primeiros testes em humanos dão início a primeira fase da nova vacina contra coronavírus


A Alemanha acaba de entrar para valer na corrida para desenvolver uma nova vacina contra o coronavírus. O Instituto Paul Ehrlich, autoridade reguladora no país, já deu o sinal verde para os testes em seres humanos, que devem começar nos próximos dias.

A nova substância será testada inicialmente em 200 voluntários, saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos. Numa segunda fase, serão testados grupos de risco, como idosos e pessoas com doenças prévias. Se tudo der certo, haverá ainda uma terceira etapa, envolvendo milhares de pessoas. A nova vacina, caso seja aprovada, só deve estar disponível em 2021.

A substância foi desenvolvida pela Biontech, empresa de biotecnologia alemã, em parceria com uma gigante norte-americana do setor farmacêutico. A Biontech promete produzir a nova vacina rapidamente, e em larga escala.