Policiais civis fazem passeata no Centro do Recife em protesto por reajuste salarial


Eles caminharam da Avenida Cruz Cabugá até o Palácio do Campo das Princesas, onde representantes da categoria foram recebidos pelo secretário executivo da Casa Civil.


Policiais civis fizeram um protesto pelas ruas do Centro do Recife na manhã desta terça-feira (18). Eles saíram, por volta das 11h, da Avenida Cruz Cabugá, passaram pela Avenida Conde da Boa Vista até chegar à Praça da República, onde fica o Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual


  1. De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE), o objetivo da passeata é protestar por melhores condições de trabalho e reajuste salarial. No Palácio, uma comitiva de policiais foi recebida pelo secretário executivo da Casa Civil, Eduardo Figueiredo.

  2. Depois da reunião, as duas partes marcaram um novo encontro para o dia 11 de março. Segundo os policiais, o governo estadual afirmou que vai realizar estudos para apresentar uma proposta salarial.

  3. Durante o ato, os manifestantes utilizaram camisas pretas e saíram pelas ruas com um trio elétrico. Eles ostentaram faixas falando sobre o reajuste salarial.

  4. Depois da reunião, os organizadores do ato informaram que o protesto estava encerrado. O conteúdo do encontro entre o governo e sindicalistas não foi divulgado. Entretanto, o governo do estado afirmou ao G1 que, nesta terça-feira, divulgará uma nota sobre o que ficou definido na ocasião.



Governador

Durante entrevista concedida na reunião da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no Recife, nesta terça (18), o governador Paulo Câmara (PSB) falou sobre o movimento dos policiais civis. Em áudio disponibilizado pelo governo, o chefe do Executivo questionou a atitude da categoria.

Segundo Paulo Câmara, "o que a gente em movimento como esse é jogar fatos às vésperas do carnaval de uma forma inadequada". Ele disse que o estado está "sempre aberto para o diálogo" e que "tem um dos salários mais altos do Brasil".