Pernambuco terá mais 342 leitos para pacientes com coronavírus


Mais 342 leitos para pacientes com covid-19 devem ser abertos em Pernambuco no final deste mês. O governador Paulo Câmara anunciou, no fim da tarde deste sábado (09), a implantação de três novos hospitais de campanha no interior, nas cidades de Caruaru, no Agreste, e Serra Talhada e Petrolina, no Sertão. Ele disse também que a Maternidade Brites de Albuquerque, em Olinda, no Grande Recife, unidade transformada exclusivamente para atender pessoas com o novo coronavírus, terá ampliação de 41 novos leitos. O investimento é cerca de R$ 5 milhões. Atualmente, a rede estadual de saúde conta com 939 leitos para tratamento de pessoas com o novo coronavírus, sendo 476 de UTI.

Outro anúncio do governador foi o fim da quarentena em Fernando de Noronha, a partir deste domingo (10). Moradores da ilha estavam em lockdown desde o último dia 20 de abril. Desde essa data, a população só podia sair de casa para a realização de atividades essenciais e urgentes, como a compra de gêneros alimentícios, remédios e produtos de higiene, além de atendimento ou socorro médico. Para isso, o morador deveria preencher um formulário informando qual o motivo da sua saída.

A ilha teve 28 pessoas contaminadas pela covid-19. "Zeramos os casos no arquipélago, que chegou a ter 28 casos registrados da doença, quando sua população é de pouco mais de 3 mil pessoas", destacou Paulo Câmara. A partir de segunda-feira será colocado em prática um planejamento de retomada controlada e gradual em Noronha, informou o governo do Estado.

HOSPITAIS

Em Olinda e Caruaru os trabalhos já começaram. Em Serra Talhada e Petrolina, a previsão é iniciar segunda-feira.  Nenhum dos 342 novos leitos é de UTI.

Em Olinda, o hospital de campanha da Maternidade Brites de Albuquerque passará a contar com 82 leitos. Dos 41 novos, 40 serão para internação clínica e um para estabilização de pacientes.

No Hospital Mestre Vitalino, sediado em Caruaru, a Secretaria de Saúde vai ofertar 76 leitos de internação clínica, 26 leitos de tratamento semi intensivo e 02 leitos de estabilização, totalizando 104 novos espaços para vítimas da pandemia.

Em Serra Talhada, o Hospital de Campanha começará a ser implantado a partir da próxima segunda-feira. O local terá 95 vagas, sendo 72 para internação clínica e 22 para tratamento semi intensivo, além de 01 leito para estabilização.

Em Petrolina, a unidade de campanha terá 74 vagas clínicas e 26 para pessoas que necessitam de tratamento semi intensivo. No local também haverá duas vagas para estabilização, somando capacidade para 102 doentes.


JC Online