• TVLW Online

Mulher é presa com oito quilos de cocaína no Aeroporto do Recife


Ao submeter as malas de passageiros aos aparelhos de raio-x, os policiais perceberam materiais orgânicos em formato de tabletes em uma bagagem de um voo vindo do Aeroporto de Goiana, em Goiás, que estavam escondidos em meio às roupas.

Segundo a PF, a proprietária da mala demonstrava nervosismo, inquietação e impaciência quando identificada e separada para uma entrevista prévia. Quando questionada sobre o conteúdo da bagagem, a suspeita respondeu com insegurança e entrou em contradição, conta a corporação.

A ação foi concluída quando os federais, ao abrir a mala em sua presença, encontraram oito pacotes embalados em fita adesiva, totalizando um peso bruto de 8.7 kg de cocaína em forma pastosa. Além da droga também foram apreendidos, passagens aéreas, um aparelho celular e a quantia de R$ 504,00.

A suspeita então recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzida para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuada pela prática de tráfico interestadual de entorpecentes.

Após a autuação, a presa realizou exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML) e foi levada para a audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça Estadual de Pernambuco. Anteriormente, ela já foi presa e absolvida por porte de cocaína em sua residência

Em seu interrogatório a suspeita disse apenas que foi aliciada por um homem em Cuiabá, no Mato Grosso do Sul, não dando maiores detalhes. Disse também que pelo serviço de transporte iria ganhar R$ 5.000. Por fim alegou que a motivação para transportar a droga foi devido sua situação financeira e que seria a primeira vez que tentava transportar droga para outro estado.


Apreensões no Aeroporto

Segundo a Polícia Federal, esta é a quarta apreensão de cocaína no Aeroporto dos Guararapes. Até agora 4 pessoas foram presas sendo 3 mulheres e 1 homem e aprendidos 27 kg de cocaína. No ano passado, dez pessoas foram presas no Aeroporto dos Guararapes – sendo 3 homens e 7 mulheres - e foram apreendidos 60,2 kg de cocaína e 30 kg de skunk.

Em fevereiro, um angolano de 43 anos engoliu 91 cápsulas de cocaína e provocou um pouso de emergência no Aeroporto do Recife, após ter crises compulsivas durante viagem. Ele passou oito dias internado no Hospital Getúlio Vargas, expelindo a droga.

O estrangeiro foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde foi autuado por tráfico internacional de entorpecentes. Ele foi preso preventivamente e encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel).