MÃE E FILHAS SÃO DETIDAS POR SUSPEITA DE FRAUDAR O INSS EM ÁGUAS BELAS


Mulheres são suspeitas de sacar o auxílio emergencial de forma irregular; elas transportavam R$21,6 mil, documentos falsos e diversos cartões de banco

Uma mulher, de 49 anos, e as duas filhas, de 30 anos, foram detidas por suspeita de fraude ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e a instituições bancárias, na madrugada de sexta-feira (08). O flagrante foi realizado  durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF),  na BR 423, em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco.

Policiais do Grupo de Patrulhamento Tático da PRF de Pernambuco e de Alagoas realizavam uma fiscalização no quilômetro 155 da rodovia, quando abordaram um carro ocupado por três mulheres. Após perceber que elas entraram em contradição, foi realizada uma vistoria e encontrado com elas R$21,6 mil, documentos com indícios de falsificação, diversos cartões bancários e de Benefício de Prestação Continuada (BPC).


Uma das filhas admitiu que todo o dinheiro que elas transportavam havia sido obtido por meio de fraude. Ela disse também que falsificava documentos e conseguia pessoas para solicitar diversos benefícios com essa documentação, inclusive o valor do auxílio emergencial.

As mulheres foram encaminhadas junto com o dinheiro, os documentos e os cartões à delegacia de Polícia Civil de Garanhuns, que irá investigar o caso.