Inep anula duas questões do Enem 2020

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve duas questões anuladas na edição de 2020.

O gabarito oficial do exame foi divulgado nesta quarta-feira (27) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Uma questão em ciências da natureza e outra em matemática foram invalidadas e não irão computar a nota final do desempenho do estudante.


  • Confira o gabarito do Enem 2020

As provas contêm as mesmas questões para todos os candidatos, mas a ordem varia conforme a cor do caderno de questões. As que foram anuladas tratavam da alteração cromossômica no café arábica e de probabilidades em uma brincadeira de amigo secreto. As questões anuladas são:

  • Prova amarela: questão 114 em ciências da natureza e 141 em matemática

  • Prova azul: questão 135 em ciências da natureza e 157 em matemática

  • Prova Cinza: questão 129 em ciências da natureza e 156 em matemática

  • Prova Rosa: questão 94 em ciências da natureza e 143 em matemática

A questão anulada em ciências da natureza foi apontada por professores ouvidos pelo G1 após a aplicação do Enem 2020 como uma das que traziam conflito nas respostas. Confira abaixo como ela apareceu na prova amarela: Inep anula questões do Enem 2020: na imagem, questão de ciências da natureza abordava a alteração cromossômica no café arábica — Foto: Reprodução/Inep A questão anulada em matemática tratava de probabilidade na brincadeira de amigo secreto. Confira como ela apareceu na prova amarela: Inep anula questões do Enem 2020: em matemática, uma pergunta sobre probabilidades em uma brincadeira de amigo secreto foi invalidada. — Foto: Reprodução/Inep É importante lembrar que o número de acertos do candidato não indica sua nota final, por causa da Teoria de Resposta ao Item (TRI). O sistema de correção detecta a coerência no desempenho do estudante - ele reconhece o “acerto ao acaso”, ou seja, o “chute”, e atribui uma pontuação menor. Entenda os detalhes da TRI. No Enem, cinco candidatos podem acertar exatamente a mesma quantidade de questões, mas tirarem notas bem diferentes. Um exemplo: se o aluno acertou as 5 questões mais difíceis, mas errou as mais fáceis, provavelmente "chutou" as alternativas. Seu desempenho é considerado incoerente, e a pontuação para cada acerto é reduzida. As notas finais das provas objetivas e da redação serão divulgadas pelo Inep no dia 29 de março, inclusive para quem participará da reaplicação do Enem (em 23 e 24 de fevereiro).