Incêndio atinge UTI de coronavírus do Hospital Agamenon Magalhães, no Recife


Um princípio de incêndio foi instaurado no início da madrugada desta terça-feira (30) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que é destinada ao tratamento de pacientes com acovid-19, no segundo andar do Hospital Agamenon Magalhães (HAM), localizado no bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. Segundo a assessoria do Hospital, nenhum paciente ou profissional ficou ferido.


A direção do HAM informou que as chamas devem ter sido provocadas por um problema "pontual" na régua de alimentação de gases daquela sala.

A unidade abrigava, pelo o menos, 20 pacientes quando o acidente aconteceu, conforme apurado pela TV Jornal. O fogo causou um corte de energia elétrica que levou os monitores dos pacientes a apagar. Os funcionários do hospital quebraram as janelas para a fumaça sair e assim conseguiram retirar os internados do andar.

As chamas foram apagadas por funcionários e brigadistas. Eles também fizeram um rescaldo da área, que ficou bastante danificada. O Corpo de Bombeiros foi acionado de imediato, às 1h44, mas, ao chegar ao local, não precisou agir, já que o foco tinha sido contido. Por nota, a corporação afirmou que "funcionários do setor perceberam que um dos equipamentos começou super aquecer rapidamente, entrando em curto e liberando muita fumaça no local." Os bombeiros afirmaram, ainda, que a equipe do HAM utilizou extintores para combater o princípio de incêndio, evitando que se propagasse para outros equipamentos. O serviço foi concluído às 2h24.


Segundo o Hospital, os pacientes da UTI foram transferidos para outros espaços do centro, "sem prejuízo ao tratamento". Segundo o centro médico, a equipe de engenharia e manutenção irá atuar durante todo o dia para que o espaço esteja apto para reacolher os pacientes ainda nesta terça.


Por: JC Online