Família de Miguel pede indenização de quase 1 milhão de reais a Sair Corte Real


A família de Miguel Otávio, 5 anos, que morreu após cair do nono andar de prédio de luxo no centro do Recife, está pendido uma indenização no valor de 987 mil reais a suspeita de negligência, Sari Gaspar Corte Real, mulher do prefeito de Tamandaré, litoral sul de Pernambuco.



Segundo investigações, minutos antes da criança cair do prédio, a suspeita estaria responsável pela vítima, enquanto a mãe do garoto saiu para passear com cachorro. Sari foi acusada por abandono de incapaz e espera o julgamento em liberdade.