• TVLW Online

Faculdade de Direito do Recife é invadida e tem acervo histórico roubado


A madrugada desta terça-feira (11) foi marcada por prejuízos históricos e materiais para os pesquisadores e responsáveis da Faculdade de Direito do Recife (FDR). Bandidos invadiram o prédio onde funcionava o projeto Memória Acadêmica da FDR e roubaram computadores que guardavam o acervo de pesquisa do projeto, onde estavam salvas obras raras que foram digitalizadas durante quatro anos. Além de documentos históricos da Faculdade, foram levados dois estabilizadores, três monitores, três CPUs, um microcomputador e um HD, entre outros objetos. A universidade não informou a que horas o crime aconteceu, e a equipe ainda calcula o prejuízo financeiro. De acordo com a Polícia Federal (PF), os bandidos subiram no telhado, onde tiveram acesso ao interior do prédio através de uma janela. Em nota, a PF informou que uma equipe foi enviada até o local para realizar as primeiras investigações, e a perícia foi realizada. Câmeras do circuito interno serão analisadas e impressões digitais serão colhidas para analisar vestígios que possam facilitar a identificação dos criminosos.O crime que está sendo investigado é de furto simples, com penas que podem chegar até 4 anos de reclusão. A Faculdade de Direito do Recife, segunda mais antiga do Brasil, teve o seu curso criado em 1827 por decreto imperial, e passou a receber alunos na sede da Praça Adolfo Cirne, no Centro do Recife, em 1912.  Qualquer informação que possa levar a captura e identificação dos suspeitos pode ser feita através do disk-denúncia pelo número 3421-9595 que terá sua identificação, sigilo e anonimato preservados.