• Zilma Leite

Em quase uma semana, Arcoverde registrou mais de 200 mm de chuvas


A chuva tem atingido fortemente algumas cidades do Sertão de Pernambuco. Nesta sexta-feira (27), vários bairros de Arcoverde ficaram completamente alagadas. 


O secretário de Planejamento e Projetos Especiais de Arcoverde, Aildo Bezerra, confirmou o volume grande de chuvas. “Nós tivemos uma chuva em torno de mais de 50 mm. Uma chuva rápida com cerca de 45 minutos (...) De segunda até agora nós já vamos com mais de 200 mm de chuvas. No mês já vai em torno de 500 mm”, detalhou. 

Os bairros mais afetados pelas chuvas dos últimos dias foram parte do Centro da cidade e os bairros do São Miguel, São Geraldo, São Cristóvão, Boa Vista, Cohabs - I, II e III, Coliseu, Sucupira, Veraneio, além do Residencial Maria de Fátima Freire, que fica na PE-270).

Calamidade pública

Ele falou ainda sobre o decreto de calamidade anunciado pela cidade. "O município decretou o estado de calamidade pública, já enviamos à Secretaria de Infraestrutura do Estado. Nesta manhã já recebemos uma equipe do DER que veio conferir uma avarias na PE -270, que liga o município à Buíque, e estamos aguardando uma ajuda do Governo do Estado. Também estamos escrevendo o município no sistema de desastres do Ministério do Desenvolvimento Regional”, comunicou. 

Segundo ele, não há mortes, mas os danos materiais é grande. “O que nós temos são muitas perdas. Em torno de 26 famílias com perdas totais de bens. Tivemos um desabamento sem vítima e temos mais de 180 residências com alagamentos”, detalhou, garantindo que as famílias não estão desalojadas. 

Apesar dos estragos, a região comemora o abastecimento de reservatórios. “Nós tivemos o estouramento de onze pequenos barreiros e temos as grandes barragens quase todas cheias. O Açude do Riacho do Pau já está sangrando”, contou.



Informações: Rádio Jornal