Criminosos invadem escola indígena, queimam livros e deixam mensagem ofensiva em Águas Belas


Criminosos invadiram a Escola Estadual Indígena Marechal Rondon em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco. A unidade de ensino, que fica localizada na aldeia Fulni-Ô, teve livros e materiais queimados.


Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu na madrugada da última sexta-feira (7). Os bandidos atearam fogo na escola e deixaram mensagens ofensivas. De acordo com a polícia, o caso ainda não pode ser confirmado como intolerância. Um perícia será realizada no local nesta terça-feira (11), e o resultado pode sair em até dez dias.

A produção da TV Asa Branca solicitou uma nota sobre o assunto para a Fundação Nacional do Índio (Funai), e para Secretaria Estadual de Educação, mas não obteve resposta, até o momento desta publicação.