Covid-19: Pernambuco anuncia "Dia D" para vacinar quem está com a segunda dose em atraso

Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (13), a realização de um "Dia D", em 25 de setembro, para imunizar quem está com a segunda dose da vacinação contra covid-19 em atraso. De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, mais de 600 mil pessoas ainda não completaram o esquema vacinal no Estado.

"A proposta é que os municípios realizem já a partir da próxima semana suas ações estratégicas que devem culminar com o Dia D, impulsionando nossa cobertura de segunda dose. Não podemos esquecer, ainda, da presença do vírus da variante delta em circulação no nosso Estado", explica Longo.




A convocação às cidades ocorreu durante reunião da Comissão Intergestora Bipartite (CIB). Na ocasião, também foi discutido a utilização da 3ª dose das vacinas contra a covid-19. A dose de reforço, primeiramente, será direcionada a idosos acima de 70 anos e imunossuprimidos graves. Para a utilização da terceira dose, a estratégia adotada é a aplicação de doses em todos os idosos acima de 70 anos. A vacinação deve ocorrer após seis meses da aplicação da segunda dose ou dose única, independente do imunizante aplicado. Para os idosos que vivem em instituições de longa permanência, a vacinação será realizada acima dos 60 anos.


"A princípio, segundo orientações do Ministério da Saúde, esses dois grupos devem ser favorecidos. No entanto, com o avanço da vacinação nas demais faixas etárias, a depender da evolução da epidemia no país, bem como o surgimento de novas evidências científicas, a administração de doses adicionais para outros grupos poderá ser considerada", pontua a superintendente de Imunizações do Estado, Ana Catarina de Melo.

Os imunizantes para o uso na terceira dose começarão a ser distribuídos a partir desta quarta-feira (15), data definida pelo Ministério da Saúde para o envio dos imunizantes ao Estado.

"Assim que as doses chegarem ao Estado, convocamos esses grupos a tomarem a 3ª dose da vacina, pois sabemos que é importante para garantir uma imunidade mais eficiente contra o vírus. Também sabemos que a segunda dose da vacina é fundamental para o não agravamento dos casos, por isso, os municípios estão empenhados nessa grande mobilização que ocorrerá na próxima semana", afirma o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (Cosems-PE), José Edson de Souza.

AstraZeneca em falta

Quarenta municípios de Pernambuco informaram à Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) que estão sem estoque para realizar a aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz. Em casos assim, a orientação dada pelo Ministério da Saúde é que, havendo estoque, a imunização seja feita com a vacina da Pfizer. A lista com nomes dos municípios pode ser conferida abaixo. A Fiocruz afirmou que um novo lote será entregue à Saúde nesta terça-feira (14).

  • Moreno

  • Lagoa do Carro

  • Surubim

  • João Alfredo

  • Passira

  • Orobó

  • Vicência

  • Vertente do Lério

  • Salgadinho

  • Paudalho

  • Cumaru

  • Bom Jardim

  • Machados

  • Limoeiro

  • Lagoa dos Gatos

  • Joaquim Nabuco

  • Palmares

  • Gameleira,

  • Cortês

  • Rio Formoso

  • Tacaimbó

  • Taquaritinga do Norte

  • Cupira

  • Jataúba

  • Barra de Guabiraba

  • Jurema

  • São João

  • Iati

  • Pedra

  • Serrita

  • Verdejante

  • Dormentes

  • Trindade

  • Exu

  • Granito

  • Brejinho

  • Ingazeira

  • Santa Terezinha

  • Calumbi

  • Flores

Balanço de vacinação

Pernambuco já aplicou 8.810.758 doses de vacinas contra a covid-19 na sua população, desde o início da campanha de imunização, em 18 de janeiro de 2021. Com relação às primeiras doses, foram 5.942.401 aplicações (cobertura de 71,50%). Do total, 2.868.357 pernambucanos (34,51%) já completaram seus esquemas vacinais, sendo 2.695.366 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 172.991 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

PARCEIROS TVLW-2021-4.gif