Coronavac induz resposta imune até 28 dias após 1ª dose, afirma estudo

Os resultados iniciais de um novo estudo clínico com a Coronavac, vacina contra o novo coronavírus criada pela empresa chinesa Sinovac e produzida no Brasil junto ao Instituto Butantan, se mostraram animadores: em artigo publicado no The Lancet Infectious Diseases nesta terça-feira (17), o imunizante com base no vírus Sars-CoV-2 inativado se mostrou seguro e eficaz. Ele induziu a produção de anticorpos em mais de 700 indivíduos saudáveis, com idade entre 18 e 59 anos, que participaram da pesquisa na China.