Com 276 homicídios, Pernambuco tem março menos violento desde 2004, início da série histórica


Em março de 2021, 276 foram assassinadas em Pernambuco. Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) nesta quinta-feira (15), este foi o menor número de mortes violentas registrado no terceiro mês do ano desde o início da série histórica, iniciada em 2004.

Comparando com março de 2020, quando foram registrados 363 crimes violentos letais intencionais (CVLIs), a redução foi de 24%, segundo a SDS. Os primeiros casos de Covid-19 em Pernambuco foram confirmados justamente um ano atrás, em março de 2020. No mesmo mês de 2021, para barrar o aumento de casos da doença, foram decretadas medidas restritivas em todo o estado, incluindo uma quarentena com restrição de abertura de serviços e fechamento de praias, parques e praças. Anteriormente, os meses de março com os menores números de CVLIs foram 2013, com 285 assassinatos, e 2012, com 291.


Em nota enviada à imprensa, o secretário de Defesa Social apontou que, em 2020, mesmo em meio à pandemia, o estado teve um aumento do número de assassinatos e, com isso, não é possível afirmar que o isolamento foi associado diretamente à redução de crimes do tipo.

No terceiro mês do ano, 98 cidades pernambucanas não tiveram registros de homicídio ao longo do terceiro mês do ano. Segundo o secretário, 224 suspeitos de assassinato foram presos nesses 31 dias.

Comparando os meses de março dos anos de 2020 e 2021, a Zona da Mata teve a maior redução no número de homicídios (41,77%). O Agreste vem em seguida (35,56%), junto com a Região Metropolitana do Recife (25,21%) e o Sertão (8,82%).

PARCEIROS TVLW-2021.gif