China remove jogo de celular

Um popular jogo para celular foi removido recentemente das lojas de aplicativos da China depois que internautas descobriram que o responsável pela trilha sonora havia colocado uma mensagem oculta em código Morse a favor da democracia em Hong Kong numa das músicas do jogo, chamado "Cytus II". Trata-se de um jogo musical desenvolvido pela empresa Rayark Inc lançado no iOS em 18 de janeiro de 2018 e no Android em 7 de março de 2018.

A faixa original, que havia sido publicada pelo autor em março deste ano pelo artista conhecido como ICE, cujo nome real é Wilson Lam, foi removida após o alvoroço causado pela descoberta da mensagem secreta em morse. Porém, várias pessoas copiaram-na e hoje pode ser ouvida em muitos sites. Veja aqui no youtube a música. A mensagem em morse pode ser ouvida a partir do tempo 1:10:


Link do vídeo no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=x_W7p5brHE8

Literalmente, a mensagem em morse é uma sequência de 32 números divididos em 8 grupos de quatro números: 0342 1788 7449 3263 2514 0108 7245 0730. Porém, alguém percebeu que eram muito mais do que uma sequência aparentemente aleatória. Descobriu-se que cada grupo de quatro números números corresponde a um código telegráfico utilizado para transmitir os milhares de caracteres chineses por meio de código morse. Segundo este site, a tradução literal da mensagem é:


Os caracteres significam, em mandarim, "Liberte Hong Kong, a revolução de nossos tempos". Além da mensagem em morse, outra mensagem escondida no endereço da página da música também foi encontrada. Ele contém o número "7449-3263-0086-0502-3111", que traduzido para caracteres chineses, significa "povo de Hong Kong, vamos lá".



Não se sabe quem descobriu a mensagem oculta, e é improvável que seja alguém da própria China, uma vez que o Soundcloud e o YouTube estão bloqueados naquele país. No entanto, a descoberta provocou muito burburinho por lá. Diversos usuários do jogo manifestaram insatisfação na China, obrigando a sua remoção para "manutenção". 


O governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR) declarou em 2 de julho que a frase "Liberte Hong Kong, a revolução de nossos tempos" implica separatismo ou mensagem subversiva e uma lei recentemente promulgada por lá proíbe qualquer ato que ponha em risco a segurança nacional.  O próprio Lam renunciou ao cargo de diretor musical da Rayark Games, de Taiwan, por meio de um post em sua conta do Facebook. Ele disse em seu post que havia publicado a música para sua própria recreação e que não tinha nada a ver com a empresa que desenvolve o jogo. No fim, ciente das implicações de seu protesto, optou por desligar-se da empresa que, por sua vez, condenou a atitude do agora ex-colaborador. Na China continental, as mensagens pró-democracia em apoio aos ativistas de Hong Kong são muito desaprovadas e existe censura ostensiva por parte do governo chinês contra este tipo de conteúdo. 


Viva a Telegrafia, que apesar de seus mais de 176 anos, continua tão viva como sempre esteve!

Por Alisson, PR7GA / Indicado por: Fernando PY7WC

Publicado no QTC DA ECRA - Escola de Radioamadores de Campina Grande

https://qtcecra.blogspot.com/2020/07/mensagem-secreta-em-codigo-morse.html


Fontes:

https://www.bbc.com/news/blogs-news-from-elsewhere-53488011

https://www.thestandnews.com/politics/

https://www.facebook.com/ronin611/photos/a.104939907529966/128487515175205

PARCEIROS TVLW-2021-4.gif