Brasil é denunciado à ONU por avanço da Covid-19 nos presídios


O Brasil foi denunciado à Organização das Nações Unidas (ONU) e à Organização dos Estados Americanos (OEA) devido à gestão dos presídios brasileiros durante a pandemia da Covid-19. Entidades brasileiras apresentaram a denúncia na manhã desta terça-feira (23). 

O documento assinado por 213 entidades aponta violações de normas e recomendações internacionais em falta de acesso à saúde, entraves ao desencarceramento incomunicabilidade, problemas no registro de óbitos, rebeliões e uso de estruturas temporárias precárias para o abrigo das pessoas presas.

Através da denúncia, as entidades citam que o país pode enfrentar uma "catástrofe de proporções preocupantes" e pedem que o Brasil dê explicações aos organismos internacionais. 

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os casos da Covid-19 nas prisões aumentaram 800% desde o começo de maio.