1.378 pessoas realizaram transplantes de órgãos em Pernambuco até outubro deste ano


Só neste ano, entre janeiro e outubro, 1.378 pessoas tiveram a chance de um recomeço. De acordo com a Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE), essa foi a quantidade de procedimentos realizados pela instituição, que comemora, nesta quinta-feira (12), 25 anos de funcionamento.

Desse total, foram 647 transplantes de córnea, 324 de rim, 210 de medula óssea, 133 de fígado e 39 de coração.

1º lugar

De acordo com a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), na análise até o terceiro trimestre do ano, Pernambuco ocupa o primeiro lugar no Norte e Nordeste no número de procedimentos de coração, rim, pâncreas e medula óssea.

"Esse ranking demonstra o compromisso do Governo de Pernambuco em prestar assistência à população que necessita de transplantes. Mostra também a excelência dos serviços prestados no Estado, beneficiando pernambucanos e, como o SUS não tem barreiras, pacientes de diversas regiões do país", afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Vidas Compartilhadas

Todos temos histórias emocionantes para contar. Algumas revelam como a dor da morte pode se transformar em solidariedade e levar esperança para um recomeço. Na reportagem especial Vidas Compartilhadas, o JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso. Confira o especial Vidas Compartilhadas aqui.


Por: JC Online