Seja bem vindo
Arcoverde,18/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Ex-premiê Liz Truss perde assento no Parlamento do Reino Unido após 14 anos

Fonte: g1.globo.com
Ex-premiê Liz Truss perde assento no Parlamento do Reino Unido após 14 anos


Conservadora disputava vaga no distrito de South West Norfolk, mas acabou derrotada por candidato trabalhista. Como primeira-ministra, foi a última nomeada ao cargo pela Rainha Elizabeth II. A ex-premiê britânica Liz Truss deixa Downing Street, a sede do governo do Reino Unido, em Londres, em 25 de outubro de 2022.
Henry Nicholls/ Reuters
Liz Truss, ex-premiê do Reino Unido, perdeu a vaga que tinha no Parlamento britânico nas eleições gerais desta quinta-feira (4). A conservadora foi parlamentar por 14 anos e acabou derrotada por um opositor do Partido Trabalhista.
✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp
Truss foi escolhida primeira-ministra do Reino Unido em setembro de 2022, sendo a última nomeada pela Rainha Elizabeth II. No entanto, o mandato durou apenas 45 dias.
Com a missão de substituir Boris Johnson, a então premiê adotou medidas políticas que foram duramente criticadas pelos britânicos. O plano econômico de Truss previa cortes de impostos, mas poucas propostas para cobrir o rombo no Orçamento do país.
A conservadora acabou renunciando ao mandato. Em seguida, Rishi Sunak foi empossado como primeiro-ministro. Apesar da derrota do partido nas eleições de quinta-feira, Sunak conseguiu se manter no Parlamento.
Truss disputava uma vaga pelo distrito de South West Norfolk, assento que ocupava desde 2010. Agora, a vaga será do trabalhista Terry Jermy.
A ex-primeira-ministra perdeu por uma margem de votos pequena, de cerca de 600 votos, ficando com o segundo lugar.
LEIA TAMBÉM
Inflação alta, filas de espera na saúde pública, imigração e escândalos: o que fez o Partido Conservador naufragar
Prático e discreto, 'Sir' Keir tem plano de 100 dias e descarta rever Brexit
'Pai do Brexit' consegue vaga no Parlamento após perder 7 eleições
Avalanche trabalhista
O Partido Conservador sofreu uma derrota esmagadora nas eleições gerais britânicas. A legenda perdeu a maioria no Parlamento, sofrendo uma redução de mais de 200 assentos.
Por outro lado, o Partido Trabalhista teve uma ampla vitória e retornará ao poder após 14 anos, ocupando mais de 400 das 650 cadeiras disponíveis no Parlamento do Reino Unido.
Com a vitória, é esperado que o trabalhista Keir Starmer seja nomeado como novo primeiro-ministro. Durante discurso, ele disse que o mandato exigirá "grande responsabilidade" e prometeu trabalhar imediatamente para melhorar o país.
"Temos que devolver a política ao serviço público. Mostrar que a política pode ser uma força para o bem", afirmou.
O atual primeiro-ministro, Rishi Sunak, admitiu a derrota e pediu desculpas aos colegas conservadores. Ele também prometeu uma transição pacífica e ordeira.
VÍDEOS: mais assistidos do g1




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login